ENSINO MÉDIO CSA VISITA O “SEMINÁRIO” DE PARAÍBA DO SUL

Os alunos do 2º Ano do Colégio Santo Antônio visitaram, em missão, o Instituto Imaculado Coração de Maria – Seminário, em Paraíba do Sul.  Lá, puderam experimentar a realidade da missão em ir ao encontro do outro, sensíveis e solidários às suas necessidades.

Na oportunidade, efetuaram doações como café, açúcar, leite, óleo entre outros gêneros alimentícios.  Tais donativos foram de grande valia e auxílio à manutenção da instituição que, desde 2016, não recebe repasses de verbas do governo estadual. São 48 abrigadas mais as irmãs que moram na casa e necessitam de cuidados.

Ao seminário, toda ajuda é muito bem vinda e sempre retribuída com muito carinho, reconhecimento e abraço de gratidão.  Trata-se de uma verdadeira aula de amor, solidariedade e compromisso com a realidade dos irmãos mais necessitados.   É fraternidade em sua plenitude.

I Encontro Literário do Colégio Santo Antônio

Mais uma estrela brilha na constelação do CSA.

Desta feita, trata-se da Jornada Literária realizada pela área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, culminando com dois grandes eventos, nos dias 09 e 10 do corrente mês.

Na quinta-feira, sob orientação do professor Leandro Magrani e demais professores da área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias realizou-se, com grande garbo, entre alunos dos Ensinos fundamental II e médio, um Encontro Literário em homenagem à inesquecível personalidade Vinícius de Moraes.  O tributo ao poeta contou com apresentação de poemas, músicas, danças, e outras atividades. Foi um momento marcante, inesquecível.

Na sexta-feira, por orientação do professor Paulo Luiz, realizou-se junto aos alunos do Ensino Médio um belíssimo projeto intitulado EnCantando Poesias.  Foi outro momento de glória do CSA.  O pátio do colégio converteu-se em uma grande sala de aula, onde alunos, professores, pais e demais convidados interagiram em meio a recitais, apresentações teatrais, e musicais, bem como outras expressões corporais e plásticas.  Em uma mescla de literatura e realidade a matéria em pauta foi cidadania e vida em seu mais amplo sentido.

Com cenários bem sugestivos e temas bem elaborados, buscou-se resgatar valores singulares como: o amor; o respeito; a não discriminação de outrem por suas diferenças; o direito de viver a infância; a saudade, caminho através do qual se passeia pelo tempo e se tece a vida em toda sua plenitude.

Parabéns, CSA, por tamanha preocupação com a formação integral de seus alunos e pela integração prazerosa conquistada entre família e escola.  Educação não se faz com teorias, mas com práticas, boas práticas.

À equipe diretiva e pedagógica, aos professores, alunos e demais envolvidos no projeto, congratulações a todos pelo êxito do evento e sua refulgência na comunidade escolar.

Outubro, mês missionário! Mês do Rosário!

Visitar a Obra Social Madre Palmira Carlucci é sempre momento de ternura e alegria! Trabalho lindo das Irmãs Alzeni e Maria Aparecida, seguindo os passos do fundador do Instituto das Filhas do Divino Zelo, Santo Aníbal Maria Di Francia. Nossa visita do dia 28 de outubro de 2017, foi momento de missão solidária, encontro e partilha. Organizado pelo professor de Ensino Religioso, Gustavo Tomaz, este encontro contou com a presença dos alunos de 6°, 7° EF e 1º EM, que partilharam um delicioso lanche e doaram leite e biscoitos para a Obra Social.   Por oportuno, as Irmãs Alzeni e Maria Aparecida contaram um pouco da história e dos projetos e oficinas oferecidos. As crianças atendidas pela Obra Social e os alunos do Colégio divertiram-se e interagiram entre si jogando queimada e participando atentos da dinâmica oferecida pela professora Cristiane Saar e do momento de oração dirigido pelo professor Gustavo Tomaz.  Esse dinâmico grupo de alunos foi acompanhado também pela Irmã Eliane e pelas professoras Cristiane Saar e Gisele Ibrahim.  Também prestigiaram esse tão prazeroso momento os professores: Carminha, Alcides e a orientadora Rosane Serpa.

A integração foi perfeita!

 

300 anos de Aparecida “Das águas ao coração dos humildes”.

Em sintonia com a igreja do Brasil, o Colégio Santo Antônio celebrou o tricentenário de Nossa Senhora Aparecida, no dia 10/10/17.  Foi uma belíssima festa brindada com a doce voz da aluna Júlia (3º Ano Ensino Médio) e com o coro dos alunos, que, brilhantemente, apresentou-se cantando Nossa Senhora e o terço.  A imagem da santa foi acolhida respeitosamente pelas mãos da Ir. Maria Eli e a Bíblia, pelas mãos da aluna Sofia Cardaretti, vestida como Nossa Senhora Aparecida.

Para dar maior toque de beleza ao ambiente, especialmente preparado para o precioso momento, 59 rosas gigantes foram dispostas adornando o chão, com as formou-se, pelas mãos dos participantes, um terço de flores, oferecido à mãe querida.

Com muita emoção, finalizou-se o evento com uma chuva de bolas brancas e, no coração, gravado o recado de Maria nas bodas de Cana: “Fazei tudo o que Ele vos disser”.

Projeto Nursing home

Hoje foi o tão esperado dia do Projeto Nursing home. Visitamos a obra social Nossa senhora Aparecida e o lar dos idosos das irmãs Filhas do Divino Zelo, em Valença. Obrigada a todos os envolvidos neste lindo projeto: alunos, pais, professora Gisele Ibrahim, Irmã Eliane Fdz, Irmã Érica Bitencourt, Irmã Nivalda, Irmã Helena Francisca, Irmã Ruth, as crianças do projeto, as professoras…

Obrigada pelo carinho e atenção de sempre. Que Deus continue a abençoá-las nesta linda missão de ajudar o próximo.

 

O Colégio Santo Antônio aplicará o teste do TOEFL

O Colégio Santo Antônio aplicará o teste do TOEFL, durante o mês de setembro, para todos os alunos do 5º e 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio.

O TOEFL (Test of English as a Foreign Language – Teste de Inglês como Língua Estrangeira) é um exame de Inglês que mensura a habilidade de entender e usar o em ambientes acadêmicos. É um dos exames de inglês com o maior reconhecimento no mundo, permitindo que se avalie a capacidade de leitura, escrita, e compreensão auditiva.

Quando se pretende estudar em um país de língua inglesa, normalmente deve-se comprovar o domínio do idioma através de um exame com reconhecimento internacional. O TOEFL é um dos exames realizados para ingressar em uma escola ou universidade estrangeira.

 

NOVOS ESPAÇOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL SÃO INAUGURADOS E ABENÇOADOS

Dia de muita alegria e bênçãos!

No dia 06 de setembro, quando celebramos a festa de Nossa Senhora Menina, no turno vespertino, aconteceu, em nosso Colégio, a inauguração de quatro novos espaços para a Educação Infantil: salas de leitura, teatro, laboratório de Matemática e atelier de Arte.

Na ocasião, a diretora administrativa, Irmã Maria Eli Milanez abençoou os locais, todas as crianças e professoras, acompanhada da coordenadora Jaqueline Terra, que conduziu Nossa Senhora Menina, em visita às salas e a todos do Colégio.

Esse momento belíssimo foi seguido de lanche partilhado e a doação de biscoito e suco para as crianças da Obra Social Madre Palmira Carlucci, no Bairro Santa Terezinha – Três Rios.

 

SETEMBRO, MÊS DA BÍBLIA

A Igreja Católica do Brasil celebra durante o mês de setembro, o mês da bíblia. Esse mês temático surgiu em 1971 e foi escolhido porque no ultimo domingo celebramos o dia nacional da bíblia, devido a proximidade da festa de São Jerônimo, patrono dos estudos bíblicos, no dia 30.

Mas, afinal de contas, para que foi escrita a bíblia? Podemos procurar a resposta na própria bíblia: 2 Tim 3,16; Isaías 55,10-11; Lucas 1,3s. Deus escreveu dois livros para nos, o primeiro é a vida, a criação, os fatos. O livro da vida nem sempre é transparente … o pecado não deixa a vida falar como deveria. O outro livro é a bíblia, que vem nos ajudar a entender o primeiro livro, a vida … e nos ajudar a descobrir nela os apelos de Deus. Santo Agostinho disse que a bíblia não existe  para sí, mas para nós. A sagrada escritura existe para iluminar o chão da nossa vida.

A palavra bíblica vem do latim biblion: livro. A bíblia é uma coleção de livros, uma biblioteca, escritos em épocas diferentes, por autores diversos e em gênero literários diversos.

Ler a bíblia sem perceber como funciona a linguagem leva a graves enganos. A Dei Verbum nos lembra: “ Para descobrir a intenção dos hagiógrafos (escritor sagrado, inspirado por Deus), devem-se levar em conta gêneros literários…” A saber, gêneros literários na bíblia: legislativo, etiologias, narrativas teológico-didáticas, sapiencial, poesia, etc …

Abrimos o mês da bíblia, como escola católica, comprometida com a formação integral de nossos estudantes, tendo como fonte e modelo Jesus Cristo, o Divino Rogacionista. Foi um momento de acolhida da palavra, cercada de alguns símbolos: luz:” Tua palavra é lâmpada para os meu pés e luz para o meu caminho.”(sl 119,105); Mel: “Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar.”(sl 119,103); Pão:” Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus.”(mt4,4).

A bíblia não briga com a ciência, com a historia, com a geografia. Ela quer transmitir a experiência de fé de um povo para iluminar a nossa vida hoje. Surgiu como fruto da inspiração divina e do esforço humano. É o livro que primeiro foi vivido, depois contado de pai para filhos e somente depois escrito. É o resultado de uma longa caminhada, que procura transmitir a Palavra de Deus presente na vida.

SEMANA DA PÁTRIA NO CSA

Nos dias 04, 05 e 06 de setembro, o Colégio Santo Antônio comemorou a Semana da Pátria juntamente com seus alunos, professores e colaboradores. Entre os vários temas que eclodiram ao longo desse ano, alguns se tornaram mais fortes durante a semana de comemorações.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – (CNBB) – divulgou, na sexta-feira (1º/09), a mensagem para o dia 7 de setembro, data que marca a Independência do Brasil.
No documento, o organismo incentiva as pessoas de boa vontade a se mobilizarem pacificamente na defesa da dignidade e dos direitos do povo brasileiro, propondo “a vida em primeiro lugar”.
A sociedade brasileira está cada vez mais perplexa, diante da profunda crise ética que tem levado a decisões políticas e econômicas que, tomadas sem a participação da sociedade, implicam perda de direitos, agravam situações de exclusão e penalizam o povo brasileiro, em especial os mais pobres.
Estamos cada vez mais perplexos, diante da impunidade, da justiça seletiva, da violência, da eterna guerra contra as drogas, do preconceito, da homofobia, do machismo, da cultura da violência à dignidade feminina etc.
Seria demais declarar independência de tudo o que nos aflige? Seria ótimo. Porém, estar livre de tudo isso não é uma tarefa fácil, assim como não foi fácil o nosso processo de independência.
Em 7 de setembro de 1822, não alcançamos de forma imediata a total independência em relação ao Império Português. Diversas batalhas aconteceram em outros estados nos meses seguintes para expulsar tropas portuguesas. No Pará, por exemplo, a então província do Grão-Pará e Maranhão, muito ligada a Portugal e sem muitas relações com o centro-sul do país, a independência somente foi reconhecida em 15 de agosto de 1823, quase um ano após o grito. Os paraenses foram, portanto, os últimos a aderirem e ainda hoje, comemoram o feriado em agosto, no dia 15.
Ainda à época da Independência, a capital do Brasil era o Rio de Janeiro e José Bonifácio, Ministro de Estado e consultor de Dom Pedro I, já havia sugerido que a Capital fosse transferida para o interior do Brasil, a fim de reforçar a segurança do território. Essa foi uma estratégia geopolítica pensada muito antes da fundação de Brasília, Capital planejada para ser o coração político do Brasil, além de um grande eixo de integração do território nacional.
Esses dois exemplos nos mostram que as melhorias e as conquistas só vêm quando são alvo de lutas coletivas, da união/integração do nosso povo em prol do alcance de objetivos comuns e quando, de fato, vislumbramos mudanças. Ocupar os espaços, discutir mudanças, cobrar representatividade são os primeiros passos para a real independência.
A escola serve de ponte que nos guia à verdadeira independência, que é construída a cada novo dia, com o nosso compromisso por uma educação de qualidade, por uma sociedade melhor, tolerante, unida, justa e que, principalmente, nunca deixe de lutar.
Um Brasil independente é um Brasil pensante!